Buscar em
 

IA 289 - Uva de mesa


R$ 12,00

Compre já: IA 289 - Uva de mesa V.36 n.289 - Ano 2015 - 100 páginas

V.36 n.289 - Ano 2015 - 100 páginas -

EDITORIAL 3
ENTREVISTA 4
Intervenções de poda e manejo de cacho de uvas de mesa em regiões tropicais
Patrícia Coelho de Souza Leão e Breno Lacourt Rodrigues 7
Novas cultivares brasileiras de videira para mesa
Patricia Ritschel, João Dimas Garcia Maia, Umberto Almeida Camargo e
Reginaldo Teodoro de Souza 19
Manejo da uva ‘Niágara’ em regiões tropicais
João Dimas Garcia Maia, Lucas da Ressurreição Garrido e Marco Antônio Fonseca
Conceição 30
Mercado e aspectos econômicos da uva ‘Niágara’
Gabriel Vicente Bitencourt de Almeida, Fabiane Mendes da Camara e
Sabrina Leite de Oliveira 41
Uso de reguladores vegetais na viticultura
Renato Vasconcelos Botelho, Erasmo José Paioli Pires, Lilian Yukari Yamamoto,
Sérgio Ruffo Roberto, Aline Maia e Elisa Adriano 48
Manejo integrado de insetos e ácaros-praga em uvas de mesa no Brasil
Marcos Botton, Alexandre Carlos Menezes-Netto, Cristiano João Arioli e
José Eudes de Morais Oliveira 57
Doenças da videira
Marcus André Kurtz Almança, Sabrina Lerin e Fábio Rossi Cavalcanti 70
‘Niágara Rosada’: sistema de condução em Y e cultivo protegido
José Luiz Hernandes e Mário José Pedro Júnior 82
Qualidade das uvas de mesa
Rodrigo Meirelles de Azevedo Pimentel, Renata Vieira da Mota, Frederico Alcântara
Novelli Dias, Claudia Rita de Souza e Murillo de Albuquerque Regina 92












APRESENTAÇÃO

A área de produção de uva de mesa do Brasil nos últimos anos é praticamente igual à área destinada ao processamento. A produção brasileira de uva para consumo in natura foi de, aproximadamente, 717.941 t em 2015. As principais áreas de produção estão localizadas nos estados do Sul e em São Paulo, onde são produzidas especiamente uvas comuns (Vitis labrusca), para consumo interno, e na Região Nordeste, nos estados da Bahia e de Pernambuco, onde são produzidas principalmente uvas finas de mesa, para exportação.
Minas Gerais, em comparação com esses Estados, ainda produz pouco, mas registrou aumento de área plantada de uva entre 2014 e 2015. Já em Estados com tradição na produção de uvas, como São Paulo e Paraná, houve uma forte retração em consequência da pressão imobiliária próxima aos grandes centros de consumo que causa um processo migratório da viticultura para outros Estados. Minas Gerais aproveita-se desse cenário por apresentar condições edafoclimáticas e geográficas propícias para a viticultura.
A produção de uva de mesa é uma atividade bastante interessante do ponto de vista socioeconômico. Emprega uma grande quantidade de trabalhadores rurais por área e valoriza a mão de obra feminina, também é muito lucrativa, com alto rendimento por área, tornando-se uma alternativa tanto para o pequeno produtor familiar como para empresas rurais de maior porte. Hoje, o desafio é expandir a viticultura no estado de Minas Gerais. Para tal, agentes governamentais têm o papel de facilitar financeiramente, produzir e transferir tecnologia para os produtores e para a sociedade.
Nesse contexto, este Informe Agropecuário Uva de mesa apresenta vários aspectos tecnológicos da viticultura de mesa, desde a implantação do sistema de condução até a colheita e comercialização das uvas, trazendo, como enfoque, o manejo e o controle de pragas e doenças, além de alternativas de plantio com novas variedades.

Rodrigo Meirelles de Azevedo Pimentel

SEDE: Av. José Cândido da Silveira, 1647 • União • BH • MG • CEP:31170-495 • TEL.: (31) 3489-5000