Buscar em
 

BT 106 - Mogno-africano: plantio,manejo e usos da madeira


R$ 6,50

Compre já: BT 106 - Mogno-africano: plantio,manejo e usos da madeira BT Nº106 - 52 páginas

BT Nº106 - 52 páginas -

Mogno-africano: plantio manejo e usos da madeira

SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
MOGNO-AFRICANO: UMA OPÇÃO FLORESTAL INTELIGENTE
Espécies de mogno com potencial econômico
ASPECTOS TAXONÔMICOS E DENDROLÓGICOS
ASPECTOS ECOLÓGICOS
Exigências edáficas e climáticas
ASPECTOS REPRODUTIVOS
Regeneração natural
Propagação seminal
Propagação vegetativa
IMPLANTAÇÃO E MANEJO DE POVOAMENTOS
CONSIDERAÇÕES TECNOLÓGICAS SOBRE A MADEIRA
USO MEDICINAL DA ESPÉCIE
PRINCIPAIS PRAGAS DO MOGNO-AFRICANO
Broca-do-pecíolo
Arapuá, irapuá ou abelha-cachorro
Formigas-cortadeiras
PRINCIPAIS DOENÇAS DO MOGNO-AFRICANO
Mancha-zonada ou mancha-de-Leandria
Mancha-areolada das folhas
Rubelose
Podridão-branca da raiz ou murcha letal
Mancha-alvo ou mancha-de-Corynespora
Cancro do córtex ou pata-de-elefante
Queima do fio, mal-de-Koleroga ou mal-de-Hilachas
REFERÊNCIAS


APRESENTAÇÃO

A demanda por madeira para os mais diversos fins e o déficit desta matéria-prima podem ocasionar exploração clandestina, com degradação ambiental. O plantio de espécies florestais de comprovado valor econômi¬co, em pequenas, médias e grandes propriedades rurais, além de diminuir esse tipo de exploração, pode resultar na geração de emprego para os trabalhadores e renda adicional para os produtores.
Dessa forma, a produção de madeiras de florestas plantadas constitui uma solução sustentável para atendimento da demanda, com um mercado consumidor bastante promissor, considerando-se que o Parque Industrial Moveleiro do Brasil possui mais de 13.500 indústrias de móveis e produtos correlatos. Essas indústrias vêm empregando, cada vez mais, madeiras oriundas de plantações florestais diante da escassez de madeiras de florestas naturais e em decorrência das proibições da legislação vigente.
Dentre as espécies florestais de rápido crescimento que vêm sendo cultivadas no Brasil para uso nobre, merece destaque o mogno-africano (Khaya ivorensis), recomendado por apresentar bom desenvolvimento e adaptabilidade às condições ecológicas do País, valorizado como madeira atrativa e de altas cotações nos mercados nacional e internacional. Vale ressaltar que no mercado internacional, a madeira de mogno-africano tem alcançado expressivos valores, superando as madeiras de eucalipto e de pinus.
Esta edição do Boletim Técnico traz informações sobre o mogno-africano: cultivo, manejo, doenças, pragas e principais utilizações, como recuperação de áreas marginalizadas e proteção de nascentes e cursos d’água, com o objetivo de orientar produtores e empresários rurais no manejo adequado da espécie.
Rui da Silva Verneque
Presidente da EPAMIG

SEDE: Av. José Cândido da Silveira, 1647 • União • BH • MG • CEP:31170-495 • TEL.: (31) 3489-5000