Buscar em
 

IA 291 - Manejo de doenças de fruteiras de clima temperado, subtropical e tropical


R$ 15,00

Compre já: IA 291 - Manejo de doenças de fruteiras de clima temperado, subtropical e tropical v.37 n.291 - Ano 2016 - 108 páginas

v.37 n.291 - Ano 2016 - 108 páginas -

EDITORIAL 3
ENTREVISTA 4
Doenças do abacateiro
Vicente Luiz de Carvalho, Miriã Cristina Pereira Fagundes,
Adelson Francisco de Oliveira, Lair Vitor Pereira e Alniusa Maria de Jesus 7
Doenças das anonáceas
Nilton Tadeu Vilela Junqueira, Keize Pereira Junqueira e Marcelo Fideles Braga 15
Doenças do caquizeiro
Otniel Freitas-Silva, Maristella Martineli e Ariane Castricini 27
Doenças dos citros
Katia Cristina Kupper, Luriany Pompeo Ferraz , Aline Caroline da Silva e
Helvecio Della Coletta Filho 36
Doenças da figueira
Mário Sérgio Carvalho Dias e Alniusa Maria de Jesus 54
Doenças da macieira e da pereira
Leonardo Araujo, Hugo Agripino de Medeiros, Mateus Silveira Pasa e
Fábio Nascimento da Silva 61
Doenças das rosáceas de caroço
Lucas da Ressurreição Garrido 75
Doenças da videira
Maria Angélica Guimarães Barbosa, Débora Maria Sansini Freitas,
Pedro Martins Ribeiro Júnior e Diógenes da Cruz Batista 86
Doenças do maracujazeiro
Mário Sérgio Carvalho Dias, Alniusa Maria de Jesus e Maria Geralda Vilela Rodrigues 99














APRESENTAÇÃO

A fruticultura apresenta papel de destaque no cenário agrícola nacional. São diversas as espécies frutíferas produzidas no Brasil, viabilizadas pela diversidade climática da extensa área territorial. Como exemplo, citam-se os cultivos de maçã, pera, uva e rosáceas de caroço predominantes na Região Sul; citros, abacate, caqui e figo na Região Sudeste; maracujá e anonáceas na Região Nordeste. Entretanto, tem-se verificado nos últimos anos a expansão dos cultivos de fruteiras em áreas até então atípicas, como é o caso da viticultura no Vale do São Francisco, como resultado do avanço tecnológico.
As tecnologias aplicadas nos cultivos frutícolas, aliadas à preservação ambiental, têm propiciado a produção de frutas de qualidade para um mercado cada vez mais exigente, inclusive o internacional. O sistema de Produção Integrada de Frutas (PIF), que preconiza a produção em consonância com princípios socialmente justos, economicamente viáveis e ecologicamente corretos, tem-se consolidado neste setor.
O manejo de doenças das fruteiras exige a aplicação de técnicas criteriosas que visam tanto a eficácia do controle quanto a qualidade da fruta e do ambiente. Práticas culturais, associadas à utilização de fungicidas, geralmente são recomendadas, porém alguns entraves ainda persistem e precisam ser corrigidos, como a reduzida opção ou até mesmo ausência de produtos registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), para o controle de doenças de algumas espécies frutíferas.
São apresentadas nesta edição as principais técnicas de manejo de doenças de fruteiras de clima temperado, subtropical e tropical de importância econômica no Brasil. Os aspectos sintomatológicos, etiológicos, epidemiológicos e o controle são descritos de forma prática e sucinta, visando dar aporte ao manejo eficiente das doenças, mantendo a qualidade da produção e do ambiente, respeitando o produtor e o consumidor.
Mário Sérgio Carvalho Dias
Alniusa Maria de Jesus

SEDE: Av. José Cândido da Silveira, 1647 • União • BH • MG • CEP:31170-495 • TEL.: (31) 3489-5000